Se você está negativado há algum tempo, é possível que já tenha cogitado fazer um empréstimo para saldar seus débitos. No entanto, é normal que surjam muitas dúvidas nesse percurso. Afinal, a ideia de solicitar crédito pode soar mais como um problema do que como uma solução para muitas pessoas.

Mas a verdade é que diversos economistas, como o educador financeiro Alessandro Azzoni, provam o contrário. É quase sempre vantajoso fazer essa troca. E, para ajudá-lo a saber quando essa alternativa vale a pena, preparamos este texto. Então, se você tem pagamentos em aberto, aproveite para preparar sua simulação de empréstimo e boa leitura!

Quando a taxa de juros do empréstimo é menor que a da dívida

As taxas de juros desempenham um papel fundamental na decisão entre quitar uma dívida de maneira convencional ou por meio de um empréstimo para negativado.

Trocar débitos caros como os do cheque especial e do cartão de crédito, que apresentam os juros mais altos do mercado, por uma nova dívida com taxas menores pode ser uma solução muito vantajosa. Inclusive para quem precisa de noites de sono mais tranquilas.

Quando você utiliza essas linhas de crédito e não consegue arcar com as despesas, é comum que saldos negativos de R$ 5 mil se transformem em R$ 10 mil em um período relativamente curto.

Por isso, se você encontrar um empréstimo que ofereça taxas menores do que as de seu débito atual, é recomendado fechar negócio.

Confira alguns cuidados ao comparar taxas de juros

É imprescindível que você faça todos os cálculos considerando o Custo Efetivo Total (CET) da operação, não somente a taxa de juros nominal. Ela geralmente é usada para atrair o cliente, devido ao seu valor baixo, mas não é uma representação real dos valores finais do acordo.

O CET costuma abranger uma série de gastos, como os com tarifas, taxas de análise de crédito, tributos em geral IOF (Imposto sobre Operação Financeira), etc.

Por isso, é imprescindível analisar todo o contrato e realizar cálculos antes de optar por um crédito para negativado. Isso porque, mesmo com taxa de juros menor, é possível que outros fatores contribuintes para o Custo Efetivo Total acabem tornando essa concessão ainda mais cara do que sua dívida atual.

Da mesma forma, não é recomendável optar por uma oferta de empréstimo levando apenas o valor da parcela em consideração. Por essa razão, indicamos que você multiplique essa quantia mensal pelo número de meses restantes, a fim de verificar se o montante final ultrapassa o seu débito atual ou não.

Quando você precisa limpar seu nome

Ficar com o nome sujo em órgãos como o SPC ou o Serasa atrapalha o seu envolvimento no mercado em todos os setores. Com um score baixo, fica mais difícil, ou praticamente impossível, conseguir um financiamento imobiliário ou até mesmo solicitar um cartão de crédito em uma loja de departamento.

As restrições no CPF acarretam muitos empecilhos na vida de qualquer cidadão e, para resolvê-las, basta fazer uma simulação de empréstimo, conferir se ele é de fato vantajoso, aceitar o acordo e aproveitar seu nome limpo depois.

A partir do momento em que você fecha um contrato com uma instituição financeira para quitar seu saldo negativo, as restrições são retiradas do seu nome dentro de poucos dias úteis. Dessa forma, seu score voltará a subir progressivamente conforme você paga suas contas em dia. 

Ter uma boa pontuação é essencial para melhorar sua imagem perante aos bancos, o que vai te dar vantagem em solicitações de crédito futuras e outras transações.

Quando você se beneficia por pagar antecipadamente

Existem diversos feirões online para limpar o nome. Inclusive, o Serasa oferece descontos para que credores e devedores possam se beneficiar igualmente com uma redução muito significativa da dívida, podendo chegar a 90%, desde que ela seja paga à vista.

Dessa forma, a instituição credora tem certeza de que vai receber a quantia paga de uma vez e aceita condições muito mais vantajosas de pagamento.

Esses acordos servem tanto para retirar as restrições do CPF mais rápido quanto para saldar seu pagamento com condições únicas. Nesse caso, vale a pena aceitar o empréstimo.

Como deu para notar, existem muitos casos em que a opção mais vantajosa é fazer a troca do seu pagamento em aberto pelo crédito para negativado, principalmente quando os juros são menores e o seu nome sairá do SPC mais rápido.

Se você se encontra em alguma dessas situações, vale a pena refletir sobre este conteúdo. Aproveite para fazer sua simulação de empréstimo e boa sorte!